abril 19, 2012



para EL


video



mais uma homenagem a um homem que admiro muito e que me acompanha e acompanho há alguns anos; num encontro quase diário; quando estou junto dele, em silêncio ou à conversa, é como se estivesse numa outra dimensão da vida, porque tenho de abrandar, desacelerar os meus ritmos atabalhoados citadinos e é uma tarde de calmaria (como diria o Tonino Guerra); uma dimensão mais real; porque sinto que ele está totalmente aqui, e que me fala a partir daqui, enquanto eu vou e venho, passeio-me por aqui e por ali... e o que me diz é sempre tão certeiro; com uma sabedoria que só tem quem chegou aqui; mas nunca falamos disto; quando se está não é preciso dizer que se está; fala-se.





StatCounter